VAMOS

TATUAR?

Eu sei que você tem em mente uma vontade que a gente pode tornar real. Não tenha medo, se realmente quiser essa tattoo, pode contar comigo!

 
1/1

Dani Bastos respira a arte desde a infância. Começou a desenhar aos seis anos, inspirada por mulheres desenhistas e autodidatas da família materna e pelo surrealismo de artistas como Salvador Dalí. Desde 2014 abraçou (e foi abraçada) pela tatuagem como profissão, transferindo a arte do papel à pele, com traços livres, hachuras, imperfeições e intervenções de cores que tornam os seus trabalhos expressivos e ricos em detalhes, sempre únicos mas com uma marca trazida por ela. Dani entende a tatuagem (e tudo na vida) como um eterno aprendizado. Saber que todos os dias a vida vai trazer novas possibilidades, faz com que esse processo seja mais honesto e real. O resultado de cada trabalho vem da vontade de fazer, da convivência com as mestras e os mestres que conheceu e conhece ao longo da caminhada, vem da vontade de ser melhor, de crescer.

 
1/1